Diversificando o programa de boteco

Qualquer cidade do interior do estado de São Paulo, tem uma praça, uma igreja e um trailer famoso, que vende o melhor sanduíche da cidade. Em Ribeirão Preto o trailer do famoso Mau Mau cresceu tanto que virou uma lanchonete gigantesca.

Na minha época de paraglider eu ia direto para Andradas. Éramos loucos pelo “x frango” do trailer da praça da igreja. Tinham vários trailers, mas esse era o melhor. Campinas também tinha o Gordão, que servia o lanche no carro.

Já aqui em Sampa tivemos a época da invasão de Towner que vendiam o dogão, com bastante pure e batata palha.

Agora estamos em uma onda mais sofisticada, para variar maria-vai-com-as-outras e de uma hora pra outra temos os famosos food trucks americanos invadindo a cidade…inclusive no estilo de comida, pois tem até tex-mex…e para completar um “parking lot de trucks”…

E sabe por que isso está pegando tão rápido? porque o custo Brasil inviabiliza o negócio do restaurante para quem tem e para quem come. E porque São Paulo é a cidade da comida. Como não temos praia, nosso programa número 1 é sair para comer. Até o Iguatemi aderiu a onda. Vira um programa divertido, não tão caro, pois no Brasil não existe mais nada barato. E agora pode ser até gourmet.

Fazem umas duas semanas fomos em um desses eventos de food truck lá no estacionamento do Pacaembu. Gastamos uma fábula para comer em pé, se lambuzando todo, mas estava um tesão. Eu fui de Acarajé (Acarajé da Barra) e sanduíche de porcheta (La Vera Porchetta), quase tive uma congestão de tanto comer e beber água. Só de água gastamos mais de 20 reais. Era um desses dias mega seco e a cada comidinha, eu virei umas duas garrafas.

Estou esperando aquelas barraquinhas enfileiradas de comida, como o mercado noturno de Hong Kong, Bangkok e Taipei…é o que falta…

Continuo fã do boteco, aliás uma das melhores invenções dos cariocas, desculpem os mineiros, que se espalhou por todo o Brasil. O Giba e o Veloso são meus preferidos.

Mas se você quiser comer os melhores salgadinhos de São Paulo, vá ao Yokoyama. Uma família gigante de japoneses fazem salgadinhos, fresquinhos, fritos na hora e milagrosamente sequinhos. Melhor esfiha de japonês. Melhor kibe de japonês. Melhor empadinha de camarão de japonês e claro o melhor pastel. Best choice ever!

Rua Luiz Góis, 1151 – Mirandópolis. – quase chegando na Domingos de Moraes. Não abre na segunda-feira.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s