Holaria

Aleverson Ecker e Luiz Pellanda são os sócios curitibanos e responsáveis pela direção e desenvolvimento do design da Holaria. A Holaria é uma empresa brasileira que desenvolve peças utilitárias e de decoração em porcelana.

Essa dupla e seu criativo grupo de colaboradores conseguem transformar um vaso ou um conjunto de saleiro e pimenteiro em uma obra de encantamento único.

E ainda por cima é muito fácil comprar os produtos pela internet, http://www.holariastore.com.

Ron Arad

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nasceu em Tel Aviv em 1951 e estudou na Bezalel Academy of Arts and Design de Jerusalém. Em 1973 mudou para Londres, onde vive e trabalha até hoje. Ron Arad é um designer, que atua em várias disciplinas, como artista, como arquiteto, como criador de produtos industriais. Em 2009 o MOMA fez uma retrospectiva da obra de Arad chamada No Discipline, justamente por causa dessa capacidade de Arad. Na área de design industrial Arad criou várias cadeiras e outros objetos para empresas famosas como Vitra, Alessi, Moroso, entre outras. Na arquitetura seu trabalho é marcado por curvas sempre muito acentuadas.

Em 2012, Arad inaugurou em Tel Aviv, o Museu de Design de Holon. Israel é um país caracterizado por uma arquitetura bastante peculiar. Uma parte toda em ruínas ou um mar de pedras milenares para tudo que é lado, que contam a história da humanidade. Em Tel Aviv o maior conjunto de edifícios da arquitetura Bauhaus e por museus que chamam a atenção pelos projetos. O museu do livro, onde se encontram os pergaminhos do mar Morto e o Yad Vashem, símbolo do Holocausto, ambos em Jerusalém, chamam atenção pela arquitetura. E agora o Holon em Tel Aviv.

As curvas foram feitas de ferro, vale a pena assistir o vídeo e caminhar pela estrutura. Mais um trabalho de Arad que encanta. Ele consegue ser original até nos seus chapéus. O da foto foi criado para Alessi.

http://vimeo.com/72965484

Cadeiras, Design x Ergonomia

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eu sou apaixonada por design, e principalmente por cadeiras e iluminação.

Hoje vou falar de cadeiras e inspirada em uma cadeira, a Tobogã, dos designers brasileiros Gerson de Oliveira e Luciana Martins da Ovo’. Ontem eu passei horas na Sp_Arte e como não conseguia pegar taxi para voltar, pedi para o Mi me buscar, voltei para feira para aproveitar o ar-condicionado e sentei na primeira cadeira que encontrei. Ao sentar, tive aquela sensação, ahhhh, como se tudo encaixasse perfeitamente. Levantei curiosa para ver onde tinha sentado, e perdida embaixo do labirinto de passarelas do Neiemeyr, estava essa peça muito bem projetada do design brasileiro, a Tobogã. Outro dia tive uma reunião com o Gerson, e sentei na tobogã lá na Ovo’ por pelo menos 1 hora do nosso papo. Sai de lá com a meta de comprar a tobogã quando for trocar as cadeiras da nossa sala de jantar. E por que?

Porque além de ser lindíssima, feita em uma estrutura tubular, acabamento impecável, pode ser de couro, ou o tecido que você escolher, ela é super confortável, e se encaixa perfeitamente nas costas, no bumbum, sem aquela sensação que ficou faltando um pedaço para você sentar, ou que suas costas estão no ar, ou que suas costas e bumbum ficam marcados e listrados ao levantar, ou qualquer sensação estranha, onde o design, ou talvez o bonitinho, fica devendo a ergonomia e o conforto.

Para mim ergonomia é uma das partes mais importantes em qualquer projeto arquitetônico ou de design. Comprei um livro genial que mede absolutamente tudo em relação ao tamanho de uma pessoa. Mas isso foi depois de ter desenhado uma cozinha onde todas as proporções estão erradas. Todo mundo acha a nossa cozinha linda, mas está tudo errado. Eu que sofro, com as alturas esquisitas dos móveis. Eu não sou arquiteta, nem decoradora, nem designer, mas sou uma belíssima xereta que adora o assunto, e põe o bedelho mesmo. Então aqui em casa foi tudo criado, projetado e pensado por nós.

Fiz uma seleção de algumas cadeiras que amo. Das clássicas, detalhe para a Brno de Mis Van Der Rohe, que fiz questão de colocar. Classuda, mas pesadíssima, ainda é muito linda.

Sou fã do design escandinavo, então várias são de escandinavos.

Para quem gosta, divirtam-se.